O que é melhor, intercambio para aprender inglês ou curso de inglês?

E aí galera! Bom, intercambio para aprender inglês ou curso de inglês no BRASIL?
O que é melhor?

Primeiramente, acho que não tem melhor nem pior e sim o que eu recomendo.
Existem pessoas que falam muito bem inglês e nunca viajaram e outras que vivem viajando e não falam praticamente nada.

Minha análise é mais ou menos a seguinte: pessoas aprendem utilizando as duas estratégias e pessoas NÃO aprendem utilizando as duas estratégias. Então o que há de errado??

A galera diz: “o intercambio tira você dá zona de conforto, você perde o medo de falar e ganha fluência.” Sim! Concordo totalmente, no entanto, não acho que devemos começar por ele.

Por outro lado, existem fases da vida, questões econômicas e até mesmo desculpas. Tudo isso influencia no momento da decisão.

Fiquei em cima do muro, né? Mais ou menos, vou explicar meu pensamento!

O que acho que você não deveria fazer

  1. Viajar sem saber falar nada  ou com pouquíssimo conhecimento
    Realizar um intercambio para aprender inglês e não ter o mínimo de domínio faz com que você demore muito tempo para aprender coisas muito básicas. Provavelmente, você acaba limitando muito o resultado da sua experiência. Mesmo que você fique um tempo muito longo fora do Brasil, PROVAVELMENTE (depende de cada um), voltará com um nível bem abaixo do avançado / fluente.Recomendação: Estude, pelo menos, entre 06 e 12 meses no Brasil, prepara-se para a viagem, dessa forma terá um resultado muito melhor! Detalhe, isso vale pra qualquer idioma.
  2. Procurar pelos cursos de inglês ultra mega power blaster highlander TOP!!!11!!1!
    Não existe milagre. Talvez você possa escolher o melhor curso, o mais caro, com o melhor professor, na escola mais top da galáxia, no entanto, valerá a pena somente se você se dedicar.Recomendação: Primeiramente, escolha um curso que cabe no seu orçamento. Após isso, elabore um plano de estudo que você possa cumprir.  Não é o curso mais caro que vai te ajudar a fala inglês.
  3. Comprar um curso online ou se matricular em uma escola sem fazer uma reflexão da sua vida e de qual modelo pode ser melhor pra você
    As escolas de inglês (físicas) exigem maior esforço das nossas agendas. Os cursos online exigem ainda mais disciplina. Ambos possuem vantagens e desvantagens e você precisa colocar tudo isso na balança.Recomendação: Fugir de cursos presenciais com longa duração e que possivelmente vão te segurar muito tempo nas coisas básicas e, possivelmente, pouco úteis. Procure cursos mais segmentados e alinhados com os seus objetivos. Existem ótimas opções presenciais, inclusive com professores(as) particulares.
  4. Viajar junto ou viver com brasileiros no exterior
    Apesar de estarmos em todas as partes, acho que brasileiro ainda não chegou no nível dos indianos. Enquanto estamos tentando aprender outro idioma, penso que  o maior erro é conviver proximamente com brasileiros fora do brasil.  Apesar de ser muito difícil (a gente é dahora pra caramba, faz festa e tal) entendo que é o melhor a ser feito.Recomendação: Certamente é importante dosar a necessidade e convívio com brasileiros enquanto estiver fora. Desconectar-se um pouco do português é fundamental. Portanto, não estou dizendo que é impossível aprender junto mas se não acreditar na análise, é só fazer um teste…

O que eu faria hoje 

  1. Definição de tempo de estudo e orçamento
    Estudarei por x meses, x horas por semana.
    Além disso, eu tenho / vou ter R$xxx,xx para esse projeto.
  2. Download Duolingo (ajuda pra caramba)
    Faça pelo menos uma lição todos os dias
    Link
  3. Compre um curso online
    Procure opções que você possa fazer no seu tempo livre e de acordo com sua rotina. Analise, com calma, o conteúdo do curso antes de comprar. Certamente existem opções excelentes no mercado.
  4. Faça aulas presenciais
    Procure uma escola perto da sua casa ou trabalho, alguma que ofereça bom custo benefício e tenha um bom professor (faça uma aula experimental). Outra opção bastante interessante é fechar algumas aulas particulares focadas em conversação (se tiver um orçamento de 200 a 300 reais por mês você consegue coisa boa!)
  5. Procure gringos
    No intercambio para aprender inglês ou no curso de inglês o seu objetivo é um só: treinar. Grandes cidades possuem turistas que precisam de ajuda e que desejam conhecer mais sobre a cultura local. Portanto, comece a procurar esses turistas (vou dar mais dicas aqui em breve!)
  6. Escolha o tipo de intercambio ideal para o seu objetivo e desenvolvimento
    Depois de estudar e se preparar bem, faça as malas e parta para sua experiência! Não tenha pressa.

Por último, talvez a dica mais importante de todas: Não pare de praticar.

Tenho certeza que seguindo algumas dessas dicas você conseguirá ter, em menos de 02 anos, um inglês melhor do que 90% das pessoas.

Finalmente, parte do segredo está no quanto você quer e se planejar para fazer algo.  A outra parte, ainda mais importante, está na execução: a disciplina de estudar e fazer acontecer.

Deixo uma fotinho pra todos ficarmos com vontade de sempre viajar e estudar coisas novas:

intercambio para estudar ingles fazer curso de ingles no brasil ou no exterior

Abraços,
MF

Acompanhe e compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *