Minha experiência na Ohio University (Athens)

E aí pessoal, tudo beleza? Vamos falar um pouco da Ohio University?

Nesse post vou detalhar essa experiência, como foi que tudo aconteceu, o que fiz enquanto estive lá na Universidade. Além disso vou colocar algumas fotos sobre a experiência 🙂

Como tudo começou?

Eu estava no Youtube colocando algum vídeo aqui no meu canal.  Aliás, se você não está inscrito pode fazer isso agora: Link para se inscrever no meu canal

 

E você sabe que o Youtube sugere conteúdos relacionados aos nossos gostos pessoais, certo? Na minha opinião essa é uma das coisas legais da ferramenta, pois vamos descobrindo outros canais, aprendendo sobre vários assuntos etc. Dessa forma, acabei encontrando um vídeo falando sobre essas bolsas de estudo para a Universidade de Ohio. Aí fui pesquisar sobre o Laiob e a Estudar Fora / Fundação Estudar e percebi que a coisa era realmente séria!

Caso você não conheça a Fundação Estudar recomendo que acesse esse Link e veja as iniciativas e os projetos da organização. A ONG foi fundada, em 1991,  por empresários muito conhecidos: Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira.

Tendo em vista que o projeto era algo bem sério, prossegui com a inscrição. Numa primeira fase,  foi o preenchimento de um formulário contendo, claramente, algumas perguntas simples porém complexas!

Sabe aquelas perguntas que fazem você pensar pra caramba? Pois é, algo que diz muito sobre você e principalmente sobre o quanto você se conhece. Eu já comentei com vocês em textos e vídeos sobre um dos maiores fatores para conseguir ter sucesso no intercâmbio da Aiesec: motivação / energia para realizar algo.

Percebi novamente nesse processo que eles avaliam o quanto você está motivado com a ideia de estudar em uma universidade americana. Entretanto, motivação não é tudo, é preciso mostrar que você teve alguma experiência relevante, seja ela pessoal ou profissional. Ademais, acredito que apresentar um grau de autoconhecimento e planejamento (o que estou fazendo, porque e onde quero chegar) é algo que também é muito valorizado nesses processos. Lembro-me claramente que esse foi um dos pontos questionados… pq esse curso e pq estados unidos?

A opção pelo curso de Corporate Finance

Sempre gostei de números e não foi a toa que cursei engenharia. Aliás, eu sempre gostei de dinheiro e se tem alguma coisa que eu realmente curto é aprender cada vez mais sobre o mercado financeiro. Opero na Bolsa desde 2010 e venho me especializando nessa área pela necessidade de gerir cada vez mais os negócios.

Depois de algumas empresas eu percebi o quanto eu realmente amo de empreender e administrar. Portanto, quando vi essa oportunidade pensei no quanto eu poderia aprender e ainda viver um dos meus sonhos antigos.

Hoje, o mercado de startups exige profissionais com inúmeras habilidades. Aqui na masti acumulamos funções, temos projetos diversos e precisamos nos reinventar frequentemente.

Adicionalmente, achei interessante a Ohio University por ela ser muito tradicional na área de Negócios e desenvolvimento de liderança. Um dos famosos empreendedores brasileiros que passou por lá foi Abílio Diniz.

A entrevista pelo telefone

Então, após esse formulário inicial, contendo aquelas perguntinhas chave, me ligaram, tive uma conversa de uns 10˜15 minutos. Importante: nem todos avançam para a 2a fase do processo, isto é, eles não entrevistam todas as pessoas pelo telefone, portanto, na hora de preencher o formulário você tem que caprichar muito! (em inglês).

Lembro que fui questionado sobre algo que me orgulhava de ter realizado, sobre experiências passadas e também porque eu gostaria de estudar nos estados unidos. Precisei falar um pouco da minha experiência profissional mas ficou bem claro que eles realmente avaliam muito o lado motivacional, nível do inglês e principalmente experiências de vida.

Quando o entrevistador me perguntou se eu tinha alguma dúvida, questionei em relação ao número (quantidade) de bolsas disponíveis e também sobre o que estava incluso. Não obtive a informação do número de bolsas e justifiquei minha pergunta dizendo que eu gostaria de entender se tinha chances no processo (eita, nunca acreditamos muito em nós mesmos, não é verdade?).

Enfim, recebi um feedback ‘instantâneo’ que o meu nível de inglês era adequado para acompanhar o curso e que eu tive um excelente desempenho na entrevista! Após isso, confesso que eu estava bastante confiante e animado.

O resultado

Fui aprovado com com 50% de bolsa. Muitos meses depois, lá em Ohio, eu fui descobrir a quantidade de pessoas que tinham aplicado para o processo! (algumas milhares!!!!)

Esse dia foi legal, uma grande conquista, e ao mesmo tempo complicado de saber o que fazer da vida. Eu tinha planejado com minha namorada uma viagem (Lua de Mel) em novembro mas o curso seria em Fevereiro do ano seguinte 🙁

Visitar os Estados Unidos 02 vezes, em 03 meses seria muito puxado e não teria dinheiro para isso. Felizmente tenho uma esposa muito parceria que sugeriu alteração do itinerário da nossa viagem de lua de mel. No final deu tudo certo 🙂

Após aprovação, algumas informações sobre o curso

Embora não tenha recebido uma bolsa de 100%, decidi  fazer contas e avaliar o que estaria incluso na experiência. No caso da Universidade de Ohio (campus em Athens) fui comparar a estrutura do local com outras universidades e procurei amigos que tinham feito especializações lá (via MBA ou extensão de pós graduação).

Inicialmente achei bem caro, $3700 dólares (com os 50% da bolsa), preço cheio do meu curso era $7400!

Além disso precisaria arcar com custos de: seguro viagem, passagens aéreas, emissão de visto (não tinha o americano), gastos extras de qualquer viagem (locomoção, compras diversas etc)

Apesar de oferecerem parcelamento, percebi que o investimento seria alto e fui consultar outros gurus. Conversando com ex-professores e profissionais bem experientes (gerentes, diretores de empresas grandes), percebi que os módulos internacionais que as universidades oferecem não são baratos. No fim do dia eu tinha em mãos uma oportunidade ímpar, a qual não poderia ser colocada de lado.

Obviamente a turma do Laiob colocou uma ‘pressaozinha’ para você fechar, assinar o contrato e não correr o risco de perder a vaga. Faz parte do jogo e precisa ser assim mesmo!

O que estava incluso no curso

12 diárias em Hotel / acomodação
Café da manhã (12)
Translado Aeroporto Columbus – Ohio University (Athens) – Aeroporto Columbus
Curso: 02 semanas de aula (Seg a Quinta)
02 visitas em empresas (1 das sextas-feiras)
Almoço nos restaurantes da Ohio University (08 refeições)
Jantar de formatura

Entre uma parcela e outra

Bem, entre uma parcela e outra, o pessoal da Laiob começa a mandar uns informativos da Ohio University, do curso e tudo mais. Aí vai dando aquela vontade de que o negócio aconteça logo. Eu achei bem legal a maneira como eles vão informando os estudantes e alimentando a nossa ansiedade, acho que isso deixa todo mundo ainda mais motivado.

Além disso, com essa comunicação você vai entendendo o funcionamento da estrutura das coisas por lá e consegue se preparar melhor pra viagem.

Sem essa ajuda fica bem mais complicado, uma vez que temos que correr atrás de outras mil coisas! Ex: comprar dólar, fazer seguro, tirar o visto, comprar mala, emprestar ou comprar roupa de frio, pensar no itinerário da viagem…. e por aí vai.

Paguei o que faltou e parcelei o resto. Chegada em Columbus

Finalizada a maior dívida (curso), era a hora da experiência! Eu encontrei o pessoal no aeroporto de Columbus mas como eu estava em Nova Iorque, fui de ônibus até Columbus (Ohio) e peguei um Uber até o aeroporto (em breve detalhes desse rolê).

Éramos uma turma com 100 brasileiros (50 de marketing e 50 de Finanças), aliás, uma turma boa demais! Pessoas de todo o Brasil, cada um com um background diferente, enfim, perfis dos mais variados. Meninas e meninos de 19 (acho que era o mais novo!) até gente com mais de 40 anos. De fato, uma turma muito heterogênea, pensando em oportunidade de trocas de experiências,  é muito enriquecedor. Tanta gente que não consegui conversar com todas as pessoas…

Chegamos no Hotel. Pausa pra foto!

ohio university estudar estados unidos

Muito louco o Hotel! Ohio University Inn, dentro do campus da universidade de Athens. Aliás, a cidade é a universidade… basicamente isso! Um conceito americano, de muitos séculos atrás, pois a OU foi fundada em 1804!

A estrutura do local é impressionante, veja algumas fotos do campus, restaurantes, hotel,  lavanderia próxima, biblioteca (espaço colaborativo com meetups e reuniões com empreendedores, startups etc), lojas, walmart (haha, muitos passeios no walmart) etc:

Um pouco mais sobre a estrutura do curso

Foram quase 02 semanas vivendo dentro da Ohio University em Athens. No período da manhã as aulas eram de Business English e a tarde eram de Finanças. Interessante que as aulas de inglês eram muito divertidas e traziam alguns conceitos e novidades para a maioria das pessoas.

Eu tenho certeza que todos aprenderam muita coisa nova, uma vez que as aulas envolviam aspectos da cultura americana (principalmente sobre Ohio), dicas para conseguir emprego e trabalho nos estados unidos e novas técnicas para melhorar ainda mais o nosso inglês. Eu particularmente melhorei ainda mais minhas técnicas de desenvolver CV e outros documentos. Obviamente compartilharei com todos aqui 🙂

Por ter morado fora algum tempo, mesmo não tendo aquele inglês com sotaque maravilhoso, sempre me virei muito bem. Apesar disso, ficar 02 semanas dentro de uma sala de aula, tendo tudo em inglês, precisar falar sobre outros assuntos que você não está acostumado, nós força bastante a desenvolver ainda mais o idioma. Outro ponto importante é que isso aumenta consideravelmente a sua confiança e fica bem mais fácil se expressar em situações mais complexas.

Em relação as aulas de finanças, elas já eram mais técnicas e com foco em alguns assuntos importantes do mercado financeiro. Eu particularmente gostei mais das aulas que envolveram assuntos relacionados a governança e questões mais estratégicas. Aula sobre derivativos por exemplo foi algo que absorvi menos, por ter menos experiência e também menos interesse. O convívio com colegas que trabalham na área financeira rendeu muitos aprendizados e novas estratégias de investimento as quais já coloquei em prática para vida pessoal e para os negócios.

O que eu achei mais incrível da experiência em Athens, na Ohio University

Localização

O lugar,  tudo funciona redondamente. Conhecer um pouco mais da cultura americana foi muito importante pra mim. A estrutura da universidade é impressionante.

A cidade possui mais de 26 mil universitários e sua população não chega a 40 mil pessoas. Além disso, Athens é considerada uma cidade histórica e a Ohio University (OU) está entre as melhores escolas de negócio e liderança dos estados unidos. Acredito que quando olhei era a #07 do ranking.

Atividades universitárias e incentivo ao esporte

A liga universitária é fortíssima nos Estados Unidos.  Os Bobcats representam a Universidade na liga esportiva (veja mais sobre eles nesse link: Ohio Bobcats).
Acompanhamos um jogo de basquete e foi uma experiência muito top! A bandinha tocando o hino americano (patriotismo ímpar que os caras têm!), as ginastas… É incrível o evento todo e como eles conduzem as atrações.

A qualidade dos professores e modelo e intensidade dos treinamentos

Ah, sim… o curso foi bom né!!! haha Eu gostei muito dos professores selecionados para as aulas que tivemos, claramente são pessoas que possuem experiência e conseguiram transmitir excelentes ensinamentos para nós. O programa é intenso, passa rápido mas é possível absorver muitaaaa coisa boa.

Visitas técnicas

Tivemos oportunidade de visitar o JP Morgan e uma aceleradora / incubadora de negócios.
Link da Rev1ventures

 

Networking: Conheci muita gente top e que pode fazer a diferença no mundo

Gente que tem vontade de realizar, tem potencial e é engajada. Fazedores. Os americanos sabem fazer ‘a coisa acontecer’ então precisamos pegar o que eles tem de bom e replicar. Um exemplo claro para mim é como eles conseguem usar o poder de trabalho dos universitários em atividades extra-curriculares. Apesar de existirem problemas no modelo das universidades deles, ainda assim estão muito na nossa frente. Toda essa galera que estudou comigo na OU voltou com gás para fazer a diferença.

 

Diversão garantida

Brasileiro faz festa com muito pouco. Era cerveja no hotel, baladinha com cerveja por $1 até 10 pm, entrava em um bar, saia e entrava em outro…. Entre um Uber e outro Lyft, foram 2 semanas querendo voltar no tempo pra ser universitário novamente (mas dessa vez nos estados unidos!). Um ritmo de dormir 02, 03 da manhã todo dia e acordar as 07 am pro café…

 

Desenvolvimento pessoal

Depois de uma experiência dessas, temos que refletir sobre muitos assuntos. Sinto que ganhei ainda mais uns pontos no meu autoconhecimento e aumentei ainda mais minha vontade de viver experiências transformadoras em outros países / locais. A experiência também me deu um gás para retormar o projeto do Blog, Youtube e tudo que comecei a construir na época da India com a Aiesec.

Concluindo…

Veja se as inscrições ainda estão abertas e boa sorte!
http://laiob.com/promocao-laiob-e-estudar-fora/

Falarei ainda muito sobre Estados Unidos, Ohio, e locais interessantes que passei nessa trip. Fora o que ainda está por vir….

E por esse post é isso 🙂

Abraços!

 

 

Acompanhe e compartilhe!

One Reply to “Minha experiência na Ohio University (Athens)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *